top of page
  • Um dos mitos acerca da madeira na construção civil é: “madeira não é muito segura e pode ser facilmente destruída por um incêndio”. Premissa que não é verdadeira, como comprovam pesquisas:

    “Em condições de incêndio, com altas temperaturas (850°C), a madeira possui um comportamento mais seguro que outras estruturas, como o aço, que a partir de 500°C perde rapidamente sua resistência mecânica, levando ao colapso da estrutura de modo imprevisível. Peças bem dimensionadas de madeira oferecem maior segurança à estrutura, pois perdem gradativamente sua resistência mecânica, retardando o seu colapso”. (Nunes, 2015)

     

    Importante entender que a natureza auto protetora da camada de madeira carbonizada aumenta a probabilidade de uma estrutura de madeira sobreviver ao fogo, pois o núcleo interno não carbonizado permanece inalterado, mantendo sua força e, com isso, a estabilidade da estrutura.

  • É válido ressaltar: a madeira engenheirada é resultado de um processo industrial. Ou seja, é um material que passa por um processo de produção. E esse processo é justamente para que a madeira se torne um material com alta capacidade estrutural.

     

    Sendo um material estrutural, as peças asseguram alta resistência mecânica, a incêndios e à umidade.

  • – Velocidade, pois as peças já chegam prontas para montagem on site 

    – Canteiro de obra limpo, livre de resíduos

    – Execução silenciosa 

    – Maior segurança para os times que trabalham no processo de fabricação e de montagem

    – Design biofílico

    – Sustentabilidade, o material é renovável, captura CO2 da atmosfera e o estoca durante todo o tempo em que a madeira é utilizada

    – Ambientes que proporcionam mais bem-estar, concentração e produtividade pela conexão com a natureza

  • Na verdade, plantar florestas (e consumi-las) é uma das soluções para amenizar o aquecimento global do planeta. Como?

    – O processo de silvicultura -plantio regular de florestas com finalidade comercial protege os biomas originais.

    – A prática da silvicultura garante estoque de gás carbônico, isso porque a madeira estoca esse gás em seu interior, ao realizar o processo natural de fotossíntese. 

    Portanto, a silvicultura pode ser vista como uma grande estratégia setorial de mitigação nas emissões de carbono da construção civil. 

    – A produção de cimento ou aço pressupõe queimar combustíveis fósseis, que liberam altas quantidades de carbono na atmosfera durante o processo. 

    – Todas as madeiras utilizadas na construção das edificações da Noah provêm de florestas certificadas e plantadas para esse fim.

    Link de referência desse conteúdo: Por que plantar florestas pode ajudar a salvar o planeta? – Urbem (urbembr.com)

  • Sim, a madeira engenheirada é um material consagrado. No Brasil ainda não é apenas por uma questão histórico-cultural. E por isso estamos aqui, reinventando a construção civil brasileira e trabalhando com muita dedicação para trazer a cultura da madeira para o nosso país! 

     

    Em países como Finlândia, Áustria, Canadá, Austrália e Estados Unidos já existem inúmeras obras em mass timber. E, alguns exemplos de empreendimentos que nos inspiram podem ser encontrados no nosso blog.

     

    Nos Estados Unidos existem mais de 500 prédios em construção atualmente, e é um mercado que vem crescendo muito rapidamente.

Perguntas frequentes

bottom of page